google arquiteto

Faça a experiência. Coloque “arquiteto é” no Google Chrome e espere completar. Os temas são legais – exceto a ultima linha

Eis que fiz a experiência acima (imagem) e verifiquei como o Google completa a frase “arquiteto é”, e verifiquei a incidência da frase “arquiteto é caro” nas primeiras opções da busca. As outras opções eu pretendo tratar no futuro, mas quero me prender ao questionamento: arquiteto é caro? As pessoas estão deixando de contratar arquiteto por achar que arquiteto é caro? Se você é uma dessas pessoas que colocou “arquiteto é caro” na busca do Google, é para você que queremos falar.

Critérios de comparação de preço

Para retirar a frase “arquiteto é caro” do achismo popular, é necessário estabelecer um critério. Afinal “caro” ou “barato” não são critérios absolutos, precisamos comparar com alguma coisa que tenha um valor de referência para verificar a informação de que arquiteto é caro.

Considerando que nossa missão é ajudar as pessoas no que realmente importa, é preciso ter clareza sobre qual é o seu objetivo como contratante de um arquiteto. Você quer fazer uma reforma? Construir uma casa? Legalizar a edificação na prefeitura? Então se usarmos os critérios a partir do valor dos objetivos, certamente teremos uma noção se é viável contratar um arquiteto ou se ele fica caro mesmo.

O arquiteto é caroquando construímos uma casa?

Tomemos como exemplo que você tem um terreno para uma casa nova, ou mesmo de um espaço para construir uma segunda casa no terreno. Você tem ideia de quanto custa construir uma casa?

Uma casa contem uma série de custos distribuindo no tempo e nas fases da obra, onde se deve considerar os custos com material, mão-de-obra, serviços, equipamentos e transportes. O correto valor para se saber exatamente o valor de uma obra, depende de um projeto completo da construção, incluindo arquitetura, estrutura, fundações e instalações.

Falando assim você pode começar a pensar: “realmente arquiteto é caro…”. Não seja ansioso, espere um pouquinho mais.

Uma referência para ordem de grandeza de custo de uma obra é dada pelo Custo Unitário Básico por metro quadrado (CUB/m²) que é calculado pelo Sindicato das Indústrias da Construção Civil no Estado do Rio de Janeiro (Sinduscon-RJ), com atualização mensal dos valores conforme o mercado.

Custo Unitário Básico para leigos

Relatório do CUB/m² de janeiro de 2015 no RJ – fonte: http://www.cub.org.br/

 

Eu não vou entrar no detalhe dos critérios exatos para aplicação do CUB/m², pois são critérios de uma norma técnica específica da ABNT (NBR 12.721/2006). Caso deseje se aprofundar no tema, recomendo a leitura da norma.

Mas para você que quer construir uma casa, tenha em mente o maior número da tabela e multiplique pela área de uma casa ideal. Ainda que sua casa não tenha um padrão elevado, é melhor errar para mais e depois economizar na obra.

Por exemplo: uma casa padrão sala e dois quartos, com uma área média de 90 m² (sendo bem generoso na área), se multiplicarmos pelo maior valor residencial da tabela de janeiro de 2015, chegamos a:

90 m² x R$ 1.829,27 = R$ 164.634,30

Ou seja: tenha em mente que uma casa completa pode custar até 165 mil reais (arredondando para cima), considerando a maioria dos custos associados à construção – inclusive projeto.

De acordo com alguns institutos de classe e referências de mercado, convencionou-se dizer que o valor dos projetos pode custar de 5% a 12% do valor da obra. Para este exemplo, o valor poderá variar de R$ 8.250 a R$ 19.800,00.

Com base nestes dados, eu respondo a pergunta com outra pergunta:

Arquiteto é caro? Ora, o que é o custo de projeto para quem está disposto investir numa obra desta ordem de grandeza? É um custo muito baixo para quem deseja ter um projeto seguro, correto e com valor comercial pós-construção bastante elevado para outros investimentos futuros, como compra, venda, financiamentos e hipotecas.

Nós, como profissionais de arquitetura, não queremos vender nosso peixe e ganhar dinheiro por ganhar. Muito pelo contrário! Queremos ajudar o cliente a fazer o melhor investimento possível para que seus objetivos possam ser alcançados com qualidade, segurança e preço justo.

Por isso: pense bem e reflita. Arquiteto é caro? Não contratar um, pode ser mais caro ainda!

Fonte: Arquitetos da Felicidade