“Urban Jungle” é tendência mundial na decoração.

 

Para compensar a falta de verde lá fora, ele foi trazido para dentro casa: o conceito de Urban Jungle (floresta urbana) é a tendência que veio para ficar na decoração.

1

Das plantas à roupa de cama, o verde fica bem em qualquer lugar e traz o frescor da natureza para dentro dos ambientes.

2

Para conseguir um bom resultado, é saber o que plantar e respeitar as necessidades de luz e de umidade de cada planta. Além disso, o verde pode se espalhar além das plantas, como sugere a arquiteta Rosita Jaeger: “Há várias formas de conseguir o resultado de natureza dentro de casa, sejam nas cores, texturas, tecidos, móveis ou objetos.”

3

“As estampas de folhagens estão super em alta, com folhas finas e pequenas sobre um fundo off white, ou com enormes folhas em vários tons de verde. Incorporar este estilo à decoração equivale a espalhar vasos pelo quarto, e a manutenção diária é só arrumar a cama”, diz a arquiteta.4

Faça uma composição de quadros em sua parede, misture ilustrações de plantas às plantas de verdade. Pinte uma parede de verde, são muitos tons que você tem para escolher, permita-se! O verde pode trazer um ar vintage ao ambiente e equilíbrio à casa.

5

Pendure vasos no teto ou em varões de cortina adaptados para sua floresta caseira, eles imprimem um ar de sofisticação e podem ser instalados em espaços ociosos, como embaixo de uma escada ou combinados com outros mobiliários, para criar um cantinho harmonioso.

6

Faça uma horta caseira, ela pode ficar em uma fruteira e ser deslocada para os pontos de maior luminosidade da casa ao longo do dia, tendo sempre seus temperos fresquinhos para utilizar! Ah, e o banheiro também ganha um toque especial com plantas, mas é um cômodo que precisa de muito cuidado ao ser inserido na Urban Jungle, as espécies indicadas pela arquiteta são dinheiro-em-penca, espada de São Jorge e lírio-da-paz.

7

“A Urban Jungle se desenvolve também com plantas de sombra, porque os espaços fechados nem sempre terão entrada de sol”, afirma Rosita. Elas não precisam de sol batendo diretamente nelas, mas necessitam de iluminação pelo menos indireta, podem ser todas as espécies de Samambaias, comigo-ninguém-pode, Calatéias e Begônias.

8

A sacada pode virar sua selvinha particular: a maioria das plantas se dará bem nela, e vale tudo, de suculentas e cactos a cedrinhos e trepadeiras: que seja o refúgio para momentos de ócio e preguiça, só para relaxar!

9

 

ROSITA JAEGER

Arquiteta e Urbanista