Na hora de construir ou reformar poderão surgir algumas dúvidas.

O que fazer?

 

É comum escutarmos que Arquitetos deixam a obra mais cara e criam projetos que são quase impossíveis de serem realizados. Entretanto, ao contrário do que se lê, este profissional foi treinado para otimizar espaços e custos.

 

Para te ajudar, selecionamos 9 motivos para você contratar um Arquiteto.

 

  1. O Arquiteto é o seu primeiro representante. Use isso a seu favor. Ele é o profissional certo para transformar as suas necessidades e desejos em soluções, e ainda construir ou reformar o seu imóvel. Tudo que envolve intenção, projeto e planejamento precisam de um Arquiteto desde o início. Quanto antes você envolvê-lo na sua obra, melhor atuação ele terá.

 

  1. Como representante dos seus interesses, o Arquiteto é o primeiro a ter preocupação com a qualidade final do resultado da obra e com a sua satisfação em relação a ela. Ele é a pessoa mais indicada para supervisionar todo o processo e garantir que tudo seja encaminhado conforme ficou decidido no projeto.

 

  1. Ele tem uma formação única que o habilita a unir técnica, criatividade, funcionalidade e estética, deixando o seu imóvel mais agradável, ambientalmente sustentável e adequado às suas necessidades e ao seu orçamento.

 

  1. Contratar um Arquiteto é um investimento com retorno imediato e também recompensa mensurável a longo prazo. Além de construir com garantia de segurança, uma obra feita sob a orientação de um Arquiteto agrega valor ao imóvel.

 

  1. Devido à sua ampla formação técnica, o Arquiteto pode fazer projetos completos de imóveis residenciais, comerciais, institucionais ou efetuar reformas, total ou de apenas alguns cômodos. Ele está preparado para gerenciar todas as etapas da obra, a prestar ajuda técnica e estética na compra dos materiais, cuidar de todos os detalhes da ambientação do espaço, harmonizando os ambientes, pois sempre está “antenado” no que há de mais moderno no mercado.

 

  1. Você também não corre o risco de comprar material a mais ou a menos: ele vai calcular a quantidade necessária e elaborar um orçamento para facilitar a sua programação financeira;

 

  1. O Arquiteto desenha perspectivas (à mão livre, ou no computador) e elabora maquetes para que o cliente possa melhor compreender sua concepção, que tornam o projeto mais dinâmico. Sem o uso de programas computacionais, muitos projetos não poderiam se viabilizar devido à complexidade de suas propostas;

 

  1. Mantenha um diálogo franco com o seu Arquiteto. Não omita nenhuma informação e faça questão de participar diretamente do projeto e da obra. Dê sugestões, expresse sua opinião, é mais fácil e mais barato fazer alterações quando a obra ainda estiver em execução. Lembre-se de que o projeto deve atender as suas necessidades e não as do Arquiteto.

 

  1. Busque informações do profissional junto ao CAU-Conselho de Arquitetura e Urbanismo (www.caubr.gov.br).